Violência contra a mulher no Brasil e no Mundo é tema de debate no Rio

Até o dia 26 de junho, as diferentes formas de violência contra a mulher no Brasil e no mundo estão em pauta e sendo discutidas no encontro “Mulheres em Cena: Corpo e Violência”, no Sesc Copacabana, na Zona Sul do Rio.

Fonte: Violência contra a mulher no Brasil e no Mundo é tema de debate no Rio

Estupro coletivo: especialista aponta comportamento cínico da sociedade

O caso da adolescente de 16 anos estuprada por mais de 30 homens na Zona Oeste do Rio continua repercutindo no Brasil e no exterior. O caso está sendo apontado por profissionais de saúde, sociólogos, psicólogos e ONGs como um exemplo que ressalta a vulnerabilidade da mulher e as contradições da sociedade brasileira.

Fonte: Estupro coletivo: especialista aponta comportamento cínico da sociedade

Diário do Centro do Mundo A confusão de Temer com o ministro da Transparência mostra que ele não sabe lidar nem com seus bandidos. Por Kiko Nogueira

RECORDAR É VIVER: Michel Temer “Nós não temos compromisso com o equívoco”. pic.twitter.com/ue65ig7uqn — Kelly Matos (@kellymatos) 30 de maio de 2016 Michel Temer avisou à tarde que não vai demitir Fabiano Silveira do ministério da Transparência, nome que é uma piada pronta. No começo da noite, Silveira subiu no telhado. Fabiano Silveira, como se sabe, apareceu nos grampos de Sérgio Machado orientando Renan, o próprio Machado e advogados sobre a Lava Jato e a PGR. Na época, fevereiro, ele era do Conselho Nacional de Justiça. Os diálogos seguem o padrão do que vem sendo divulgado na trama do golpe: uma mistura de desfaçatez e picaretagem mais antiética que negociação na cracolândia. Num teatrinho da semana passada, o interino bateu a mão na mesa, lembrou de seu passado como secretário de secretário de Segurança Pública em São Paulo, falou alguma platitude sobre não ter compromisso com o equívoco e mandou uma frase que já entra para a história pelos motivos errados: “Eu sei lidar com bandido”. Isso é inegável. Silveira é indicação de Renan e Temer não mexeria na cota de Renan Calheiros. Ele depende do amigão para aprovar suas pautas econômicas e, obviamente, tocar o impeachment de Dilma Rousseff. Para os otários e mal intencionados que venderam um Richelieu, um articulador, um homem capaz de, como definiu Delfim Netto, fazer tricô com quatro agulhas — sabe-se lá que cazzo isso significa —, o ex-vice decorativo está se saindo uma tragicomédia. Montou um ministério com sete investigados na Lava Jato, um clube do bolinha versão siciliana, arrumou encrenca com artistas, matou e ressuscitou o MinC, desautorizou a equipe, tudo em duas semanas. Essa última manobra naufragou. Chefes regionais do ministério estão entregando seus cargos. Servidores invadiram com vassouras o gabinete do chefe. No Senado, Simone Tebet avisou que não assumirá a liderança do PMDB porque “não acha que é o momento de arcar com tal responsabilidade”: ela quer o afastamento do titular da pasta. Como fez com Jucá, o Globo pediu a cabeça de FS num daqueles editoriais feitos para Temer engolir o choro e obedecer. Silveira deve morrer para a farsa prosseguir. O governo natimorto vai se arrastar até Michelzinho, um fenômeno do mercado imobiliário, mandar parar que ele quer descer.

Fonte: Diário do Centro do Mundo A confusão de Temer com o ministro da Transparência mostra que ele não sabe lidar nem com seus bandidos. Por Kiko Nogueira

“A desconstrução do machismo é urgente” | Brasil 24/7

A jornalista Juliana Portella, 25, de Nova Iguaçu, escreveu artigo para o Favela 247 sobre a cultura do estupro: “Quem é mulher sabe, somos colocadas em situações vulneráveis o tempo todo. (…) A violência que ocorreu com aquela moça não foi obra de loucos, doentes ou psicopatas. Foram trinta e três homens achando que têm o direito de abusar e violentar o corpo de uma mulher. (…) A gente tem medo. Não por achar que todos os homens são estupradores, mas por saber que de trinta e três, às vezes, não sobra um”. Juliana conclui: “Vocês, homens, todos, precisam deixar de naturalizar o assédio. Precisam conversar com seus irmãos, amigos, filhos. A desconstrução do machismo é urgente. É preciso quebrar essa satisfação masculina em tomar nosso corpo como um objeto, uma propriedade”

Fonte: “A desconstrução do machismo é urgente” | Brasil 24/7

MP aponta desvios de R$ 14 mi no governo Anastasia | Brasil 24/7

O Ministério Público de Minas Gerais investiga a suspeita de desvio de ao menos R$ 14 milhões dos cofres do Estado entre 2012 e 2014, durante a gestão Antonio Anastasia (PSDB), atualmente senador e relator do processo de impeachment de Dilma Rousseff no Senado; a suspeita é de que o valor tenha sido desviados da construção e dos projetos da “Cidade das Águas”; A investigação veio à tona com a deflagração da Operação Aequalis, que prendeu o ex-secretário de Ciência Tecnologia e Ensino Superior e também ex-presidente do PSDB em Minas, Nárcio Rodrigues

Fonte: MP aponta desvios de R$ 14 mi no governo Anastasia | Brasil 24/7

CREA-RJ: laudo aponta diversas falhas no projeto que causaram queda de ciclovia no Rio

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-RJ) divulgou nesta segunda-feira (30) o laudo com as causas para a queda de parte da ciclovia, na Avenida Niemeyer, atestando assim como na análise preliminar, que a principal falha do projeto foi falta de estudos oceanográficos, para verificar impacto de ondas no local.

Fonte: CREA-RJ: laudo aponta diversas falhas no projeto que causaram queda de ciclovia no Rio

Três Comissões da OAB acompanham o caso da adolescente vítima de estupro coletivo

A Delegada Cristiana Bento, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, reuniu a imprensa na tarde desta segunda-feira, 30, para falar de sua convicção de que foi vítima de estupro a jovem de 16 anos que se disse violentada por 33 homens. Presidentes de três Comissões da OAB/RJ acompanham o caso.

Fonte: Três Comissões da OAB acompanham o caso da adolescente vítima de estupro coletivo

Pochmann: A contabilidade falaciosa da equipe econômica interina | Brasil 24/7

Presidente da Fundação Perseu Abramo, o economista Márcio Pochmann critica a proposta econômica do governo interino de Michel Temer (PMDB); para ele, “o governo provisório apresentou propostas partindo da ideia de que o Estado é o maior problema do país, porém, elevação de gasto público resulta em maior nível de emprego e renda”

Fonte: Pochmann: A contabilidade falaciosa da equipe econômica interina | Brasil 24/7

Dornelles defende pena de morte para estupradores | Brasil 24/7

“Considero crime de estupro o mais hediondo dos crimes. Se dependesse de mim, ele seria punido com pena de morte”, afirmou o governador em exercício do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, ao comentar o caso do estupro coletivo que está sendo investigado no Rio de Janeiro contra uma menina de 16 anos; dois suspeitos foram presos nesta segunda-feira: Raí de Souza, de 22 anos, e Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos

Fonte: Dornelles defende pena de morte para estupradores | Brasil 24/7

Em homenagem, Lula lembra que Raduan Nassar doou fazenda para universidade | Brasil 24/7

Em homenagem publicada no Facebook a Raduan Nassar, que foi escolhido nesta segunda-feira (30) para receber o prêmio Camões, mais importante da literatura portuguesa, o ex-presidente Lula lembrou que, em 2012, o escritor doou sua fazenda para que fosse construído um campus da Universidade Federal de São Carlos; “Um ato de generosidade com todo o povo brasileiro”, destacou Lula

Fonte: Em homenagem, Lula lembra que Raduan Nassar doou fazenda para universidade | Brasil 24/7

Cai Fabiano Silveira, a segunda baixa de Temer em 17 dias de governo | Brasil 24/7

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, entregou na noite desta segunda (30) a carta de demissão do cargo; a decisão do ministro foi tomada após a enorme repercussão negativa da divulgação de sua conversa com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), na qual ele criticou a condução da Operação Lava Jato pela Procuradoria Geral da República (PGR); inicialmente, Temer havia avaliado que o caso de Fabiano era “menos grave” que o do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que foi o primeiro a deixar o governo, também por conta das gravações de Sérgio Machado; durante toda esta segunda, servidores do Ministério da Transparência protestaram contra a permanência de Fabiano Silveira; a Transparência Internacional, organização não-governamental de combate à corrupção em todo o mundo, divulgou nota pedindo a exoneração do ministro; a Globo chegou a produzir um editorial pedindo a cabeça do agora ex-ministro

Fonte: Cai Fabiano Silveira, a segunda baixa de Temer em 17 dias de governo | Brasil 24/7