Paraolimpíadas, heroísmo e políticas públicas — Brasil Debate

A forma pela qual as trajetórias dos atletas são tratadas nas Paraolimpíadas reforçam estereótipos associados às pessoas com deficiência. A ideia de que se tratam de “cavaleiros do apocalipse”, “extraterrestres”, enfim, heróis, em oposição à abordagem antiga, quando eram apresentadas como “fracas”, “inválidas” e/ou coitadinhas.

Fonte: Paraolimpíadas, heroísmo e políticas públicas — Brasil Debate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s