As falácias do professor de Direito das Sucessões, Samuel Milet, da Universidade Federal de Rondônia, do dia 20 de outubro de 2016 – Portal Fórum

Em um áudio, o professor Samuel Milet, agrediu a dignidade da Pós-graduanda da UNB, Sinara Gumieri, advogada e mestra em Direito pela Universidade de Brasíli

Fonte: As falácias do professor de Direito das Sucessões, Samuel Milet, da Universidade Federal de Rondônia, do dia 20 de outubro de 2016 – Portal Fórum

Paulo Teixeira diz que bancada do PT não está dividida – Blog do Rovai

O Ministério Público tem uma ideia de que o Brasil não combate a corrupção, que o Brasil é o país da impunidade. E por isso foram buscar no mundo medidas para combater a corrupção.

Fonte: Paulo Teixeira diz que bancada do PT não está dividida – Blog do Rovai

Dia combate à violência contra a mulher: Estupros coletivos, a barbárie sexual do Brasil | Internacional | EL PAÍS Brasil

Os abusos sexuais coletivos se repetem de norte a sul do país, enquanto as vítimas ficam em silêncio

Fonte: Dia combate à violência contra a mulher: Estupros coletivos, a barbárie sexual do Brasil | Internacional | EL PAÍS Brasil

Temer fez lobby pró-Geddel, diz ex-ministro à PF; oposição pede impeachment do ilegítimo |

O ilegítimo Michel Temer (PMDB) fez pressão, isto é, lobby para “enquadrar” o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero visando liberar empreendimento de interes

Fonte: Temer fez lobby pró-Geddel, diz ex-ministro à PF; oposição pede impeachment do ilegítimo |

Nenhum deputado admite ser o autor da emenda que anistiaria o caixa dois | Brasil | EL PAÍS Brasil

Ao adiar medidas anticorrupção, Câmara vive seu dia de caça-fantasmas. Pressa em votação tem relação com a delação da Odebrecht

Fonte: Nenhum deputado admite ser o autor da emenda que anistiaria o caixa dois | Brasil | EL PAÍS Brasil

Neste vídeo de apenas dois minutos Freddie Mercury parou o mundo | Cultura | EL PAÍS Brasil

Hoje se comemoram 25 anos da morte do líder do Queen. Nesta gravação de um concerto no Estádio de Wembley estão resumidos os poderes do cantor

Fonte: Neste vídeo de apenas dois minutos Freddie Mercury parou o mundo | Cultura | EL PAÍS Brasil

Calero diz à PF que Temer também o pressionou para liberar prédio de Geddel – Portal Fórum

Geddel adquiriu uma das unidades do edifício La Vue Ladeira da Barra, em Salvador, e que está embargada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Ar

Fonte: Calero diz à PF que Temer também o pressionou para liberar prédio de Geddel – Portal Fórum

Black Friday 2016: confira seleção gigante de ofertas garantidas com atualização a cada 30 minutos « Sul21

A Black Friday 2016 chegou e aqui no Descontos Sul21 vamos trabalhar para mostrar as barganhas mais interessantes do e-commerce mundial. Neste artigo vamos listar entre 40 e 90 ofertas garantidas, já verificadas via histórico de preços de que é realmente algo especial. Serão apenas ofertas #ForaFraude, #NãoVaiTerFraude, mas com algumas piadas sem graça por que

Fonte: Black Friday 2016: confira seleção gigante de ofertas garantidas com atualização a cada 30 minutos « Sul21

Diário do Centro do Mundo Calero terminou de enterrar Temer e um governo virtualmente morto. Por Kiko Nogueira

  Quis o destino que o traidor fosse traído. O depoimento de Marcelo Calero à Polícia Federal sobre o caso Geddel, revelado por Natuza Nery na Folha, é demolidor. Calero contou que Temer “o enquadrou” para encontrar uma “saída”. Temer não buscava uma solução da desavença entre dois ministros, nada disso. Queria o mesmo que Geddel: a liberação das obras do edificado de luxo La Vie Ladeira da Barra, embargado pelo Iphan por estar numa área tombada de Salvador. Temer é cúmplice de uma maracutaia. O que ganharia com isso, ele teria obrigação de responder. Diz o documento da PF: “Que na quinta, 17, o depoente foi convocado pelo presidente Michel Temer a comparecer no Palácio do Planalto; que nesta reunião o presidente disse ao depoente que a decisão do Iphan havia criado ‘dificuldades operacionais’ em seu gabinete, posto que o ministro Geddel encontrava-se bastante irritado; que então o presidente disse ao depoente para que construísse uma saída para que o processo fosse encaminhado à AGU [Advocacia-Geral da União], porque a ministra Grace Mendonça teria uma solução”. Temos aí mais um personagem: a ministra Grace Mendonça, que, deduz-se, estaria ciente do malfeito e encontraria um jeito de fazer a coisa andar. Continua: ”Que, no final da conversa, o presidente disse ao depoente ‘que a política tinha dessas coisas, esse tipo de pressão’”.   Calero teria se sentido “decepcionado”. Ele mesmo não é nenhum novato. É do PMDB do Rio de Janeiro, ninho de cobras, e foi secretário de Eduardo Paes. Para se surpreender com Temer e Geddel é porque, provavelmente, a baixeza atingiu níveis insuportáveis até para um profissional. Mais do que Geddel Vieira de Lima, Marcelo Calero torna-se responsável por ilustrar em cores vivas quem é Michel Temer: um anão metido em pequenos expedientes e grandes negócios, disposto a sujar as mãos para agradar um aliado corrupto como ele. De graça não é. O ex-titular da pasta da Cultura —  que, aliás, não deveria existir na gestão golpista vilegiatura — terminou de enterrar um presidente e um governo que já estavam virtualmente mortos, a não ser na ficção canhestra dos suspeitos de sempre.

Fonte: Diário do Centro do Mundo Calero terminou de enterrar Temer e um governo virtualmente morto. Por Kiko Nogueira

‘Fazer política no Brasil virou atividade de risco’

Cerca de 80 executivos do grupo empresarial Odebrecht estão concluindo com os procuradores do Ministério Público Federal as tratativas para celebração de acordos de delação premiada. Tais acordos provocam inquietação na classe política devido às revelações que os executivos poderão fazer sobre financiamentos de campanhas.

Fonte: ‘Fazer política no Brasil virou atividade de risco’

Pegadinha de Jucá libera repatriação de parentes de políticos | Brasil 24/7

Uma emenda do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo Temer no Congresso, chamada informalmente entre os parlamentares de “emenda Cláudia Cruz”, em referência à mulher do ex-deputado Eduardo Cunha, permitiu a participação de familiares de políticos no novo prazo da política de repatriação de recursos no exterior; um cochilo dos parlamentares permitiu que a proibição a esta medida não tenha efetivamente sido fixada; de acordo com a equipe do senador Humberto Costa (PT-PE), líder do partido no Senado, será apresentado ainda nesta quinta (24) no plenário da Casa um requerimento para que a CCJ repare esse equívoco

Fonte: Pegadinha de Jucá libera repatriação de parentes de políticos | Brasil 24/7