A degradação do Judiciário | Brasil 24/7

O colunista do 247 Emir Sader critica a participação do Supremo Tribunal Federal no golpe que derrubou a presidente Dilma Rousseff sem que houvesse comprovação de crime; “Com seu silêncio, sacramentou sua responsabilidade com a ruptura da democracia no Brasil, da qual deveria ser o zelador”, afirma; ele cita a decisão que impediu Lula, “sem ser réu de qualquer processo”, de assumir a Casa Civil no governo Dilma, “mas permite que 15 ministros do governo Temer façam isso”; “Um STF como esse tornou-se uma vergonha para a democracia brasileira. Desonra a função que deveria ter de guardião da Constituição, violada semanalmente pelo governo golpista e por seu Congresso corrupto. Degrada a função do Judiciário”

Fonte: A degradação do Judiciário | Brasil 24/7

Kakay: “excessos da Justiça contra Lula são evidentes” | Brasil 24/7

Advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, criticou o tratamento dado ao ex-presidente Lula pela Justiça; “Os excessos foram evidentes. Se você é intimado, é obrigado a depor. Se é intimado e não vai, acaba conduzido coercitivamente”, disse Kakay em entrevista à Carta Capital; “Não existe condução coercitiva em primeira mão. Isso é para impedir que se fale com os advogados. E inconstitucional. A condução coercitiva do ex-presidente Lula foi desnecessária”, disse; para Kakay, a operação Lava Jato tem uma “importância enorme”, mas tem como “subproduto” as “odiosas medidas contra a corrupção, de cunho fascista, como o teste de integridade”

Fonte: Kakay: “excessos da Justiça contra Lula são evidentes” | Brasil 24/7

Jornal Nacional compara mercado de trabalho dos EUA com o do Brasil. Veja na ponta do lápis como a Globo está te enganando. – Viomundo – O que você não vê na mídia

Sobre a reforma trabalhista

Fonte: Jornal Nacional compara mercado de trabalho dos EUA com o do Brasil. Veja na ponta do lápis como a Globo está te enganando. – Viomundo – O que você não vê na mídia

Diário do Centro do Mundo Fala de Temer é recebida com panelaços em diversas cidades

Do estadão: O pronunciamento oficial do presidente Michel Temer (PMDB) em rede nacional de rádio e televisão feito na noite deste sábado, 24, foi recebido com panelaço em diversas cidades do Brasil. Nas redes sociais, houve relatos de protestos em cidades como São Paulo, Rio, Salvador, Brasília, Recife, Porto Alegre, Bauru e Feira de Santana. Na capital fluminense, foi possível ouvir o som das panelas em boa parte da zona sul, como no Botafogo e em Copacabana, mas também em bairros como a Tijuca. Em São Paulo, houve panelaço em boa parte da região central e também nas zonas Sul e Oeste, em locais como Perdizes, Pompeia e Pinheiros. Em sua fala, Temer apresentou um balanço de sua gestão até o momento e alegou que enfrentou “imensos desafios” nos primeiros meses de governo, mas que tem trabalhado “dia e noite para fazer as reformas necessárias” para o País voltar a crescer. Segundo ele, o Brasil está “no caminho certo” e o próximo Natal “será muito melhor do que este”. (…)

Fonte: Diário do Centro do Mundo Fala de Temer é recebida com panelaços em diversas cidades

Diário do Centro do Mundo Serra para repórter: “Você está cada dia mais bonita. Se perdesse mais uns quilinhos, então…”

Da coluna do Moreno no Globo: Repórter sofre. Mas a coleguinha aí de cima teve mais sorte do que a que ouviu este elogio de Serra: — Você está cada dia mais bonita. — Obrigada ministro — disse a encabulada repórter. — Se perdesse mais uns quilinhos então… — completou Serra.

Fonte: Diário do Centro do Mundo Serra para repórter: “Você está cada dia mais bonita. Se perdesse mais uns quilinhos, então…”

Diário do Centro do Mundo Na TV, Temer prega “democracia da eficiência”

Do G1:   O presidente Michel Temer fez na noite deste sábado (24), véspera de Natal, um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão no qual afirmou que 2017 será o ano em que o país derrotará a crise e recuperará os empregos perdidos. Ele pregou a “democracia da eficiência”, disse que o desafio à frente do governo é “desburocratizar o Estado” e afirmou que o brasileiro paga muito imposto e recebe pouco em troca. Este é o segundo pronunciamento de Temer em rede nacional de rádio e TV desde que ele chegou ao Palácio do Planalto. O primeiro foi exibido em 31 de agosto, sete horas após o Congresso Nacional aprovar o impeachment de Dilma Rousseff e ele, à época presidente em exercício, assumir efetivamente a Presidência da República. “Tenho a perfeita consciência dos problemas do país e da missão que me foi dada. Os brasileiros pagam muitos impostos e pouco recebem em troca. Meu desafio é desburocratizar o Estado e melhorar a qualidade da administração pública. É o que eu chamo de democracia da eficiência”, afirmou o presidente.

Fonte: Diário do Centro do Mundo Na TV, Temer prega “democracia da eficiência”

Diário do Centro do Mundo Datafolha: 9 entre 10 brasileiros atribuem a Deus o sucesso financeiro

Da Folha:   Nove entre dez brasileiros dizem que seu sucesso financeiro se deve a Deus, mostra pesquisa Datafolha. A porcentagem supera 90% entre os religiosos, é de 70% entre os sem religião e aparece até mesmo entre os que se declaram ateus: 23% concordam com a declaração. Quanto menor a escolaridade e menor a renda, maior a gratidão a Deus pelas conquistas terrenas. Ainda assim, são 77% os graduados que atribuem responsabilidade divina às finanças, e 7 entre 10 entre os que têm renda mensal acima de 10 salários mínimos (R$ 8.800, pelo valor atual). DINHEIRO DOS OUTROS A disparidade de opinião entre os mais e menos escolarizados, ou entre os mais e menos ricos, fica ainda mais ampla quando se trata do dinheiro dos outros. Um terço de quem fez até o ensino fundamental e 28% dos que ganham até R$ 1.760 por mês concordam com a frase “As pessoas pobres, em geral, não têm fé em Deus, e por isso não conseguem sair dessa situação”. Em contraposição, são apenas 9% os graduados que atribuem pobreza à falta de fé, mesmo índice dos que ganham mais de R$ 8.800. O Datafolha ouviu 2.828 brasileiros maiores de 16 anos selecionados por sorteio aleatório, em amostragem representativa da população. Feita em 174 municípios, a pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos (nível de confiança de 95%). RELIGIÃO E ECONOMIA As origens da pobreza e as soluções para ela são vistas de forma diferente pelos dois principais grupos cristãos do país: católicos e evangélicos –termo que, no Brasil, designa os protestantes históricos, os pentecostais e os neopentecostais. Há uma parcela maior (28%) de evangélicos que acham que é a falta de fé em Deus que impede os pobres de deixarem essa condição. E enquanto a caridade é a solução mais citada pelos católicos, para os evangélicos a melhor saída para os pobres é levá-los para a igreja, segundo pesquisa do Instituto Pew com 2.000 brasileiros. A prática, porém, é outra, mostram os dados. Os protestantes são mais ativos não apenas em arrebanhar fiéis para suas igrejas (43% deles, contra 14% dos católicos). Eles também fazem mais caridade (63%, contra 45% dos católicos) e suas igrejas ajudam a achar emprego para seus membros (56%, contra 35% dos católicos). (…)

Fonte: Diário do Centro do Mundo Datafolha: 9 entre 10 brasileiros atribuem a Deus o sucesso financeiro

Diário do Centro do Mundo PML: ‘Há mais pluralidade na prisão da Lava Jato do que no jornalismo da GloboNews’

O jornalista Paulo Moreira Leite recebeu de amigos um vídeo em que a GloboNews trata com estranheza a presença de um livro seu na prisão da Lava Jato em Curitiba. O livro tem uma visão crítica da Lava Jato: daí a estranheza. PML escreveu no 247 a partir daí um artigo que traz a seguinte conclusão: “O ponto escandaloso é registrar que há mais pluralidade — um traço essencial da democracia e da liberdade — na biblioteca de uma penitenciária do Paraná do que no jornalismo da GloboNews.”

Fonte: Diário do Centro do Mundo PML: ‘Há mais pluralidade na prisão da Lava Jato do que no jornalismo da GloboNews’

Diário do Centro do Mundo Prefeito eleito de Osasco que estava foragido desembarca em SP e se entrega à polícia

Do G1:   O Prefeito eleito de Osasco, Rogério Lins, do PTN, desembarcou na manhã deste domingo (25) no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, e se entregou à polícia. De acordo com o o boletim de ocorrência, Lins desembarcou de Miami, nos Estados Unidos, às 5h, se apresentou à Polícia Federal, e foi encaminhado para a Deatur (Delegacia de Polícia de Atendimento ao Turista) de Cumbica, onde a ocorrência foi registrada. Ele está detido no Cadeia Pública de Osasco. A informação é da TV Globo. Rogério Lins estava foragido desde o dia seis de dezembro, quando teve a prisão preventiva decretada pela Justiça em mais uma fase da operação Caça-Fantasmas, do Ministério Público de São Paulo. Ele e seis vereadores reeleitos são acusados de contratar funcionários públicos fantasmas que não apareciam para trabalhar. Segundo o Ministério Público, os políticos ainda ficavam com parte dos salários. Como não se trata de crime eleitoral, eles foram diplomados por procuração. Desde o início da operação, 73 mandados de busca foram cumpridos. A denúncia foi oferecida no início de dezembro contra 217 pessoas, entre vereadores, assessores e fantasmas. Mais de 200 pessoas foram afastadas. Dos vereadores presos, sete foram reeleitos nas eleições deste ano para mais um mandato. Entre eles, o Alex da Academia do PDT, o quarto mais votado. Mais de 200 pessoas foram afastadas de seus cargos cautelarmente pela Justiça, a pedido do Ministério Público de São Paulo. A operação coordenada pelo promotor de Justiça Gustavo Albano estima que o esquema desviou R$ 21 milhões. Também foram presos os vereadores Toniolo, Josias da Juco, Karen Gaspar e Valmomiro Ventura, entre outros. Os advogados da maioria dos vereadores presos disseram que vão tomar conhecimento das acusações antes de falar. Já os advogados dos vereadores Toniolo e Josias da Juco negam qualquer hipótese de funcionários fantasmas em seus gabinetes. Rogério Lins (PTN) foi eleito prefeito de Osasco (SP) para os próximos quatro anos. Com 91% das seções apuradas, Lins teve 218.779 votos (61,21%). O atual prefeito Jorge Lapas (PDT) teve 138.625 votos (ou 38,79%). Rogério Lins (PTN), de 38 anos, disse após saber de sua vitória que irá “tocar a Prefeitura” como fez com suas empresas. “Eu tive duas empresas na cidade, foram muito bem sucedidas”. Lins ainda disse que quer “respeitar o dinheiro público da nossa população, é tolerância zero com a corrupção”.

Fonte: Diário do Centro do Mundo Prefeito eleito de Osasco que estava foragido desembarca em SP e se entrega à polícia

Diário do Centro do Mundo O recorde negativo do índice de orgulho dos brasileiros é mais uma obra de Temer. Por Kiko Nogueira

  Uma pesquisa realizada pelo Ibope realizada entre os dias 8 e 12 de dezembro traz um dado que não deve surpreender ninguém sobre o cenário pós-golpe. Apenas 34% dos entrevistados declararam ter orgulho de ser brasileiro. Em 2001, aqueles que declaravam ter “muito orgulho” representavam 58% da população. Quem tinha “pouco” ou “nenhum” passou de 19% para 30%. Os dados foram publicados na coluna de Lauro Jardim, no Globo. Michel Temer é o símbolo maior dessa vergonha. Com rejeição recorde, dono de um discurso estúpido sobre as vantagens de ser impopular, ele representa um fundo do poço moral. Em seu pronunciamento no Natal, conseguiu mentir mais uma vez. Referiu-se aos “pouco mais de 100 dias e poucos meses” em que ele está no poder. Temer conta desde 31 de agosto, quando assumiu de fato — e não a partir da interinidade, quando já chegou chegando, impondo uma agenda oposta à da chapa pela qual foi eleito. A conversa mole da “herança maldita” não convence ninguém. A confiança do mercado não voltou, a recessão se aprofundou, o desemprego piorou, a corrupção mata um ministro por mês. Não é citar Dom Paulo, de cujo velório ele fugiu, que vai resolver alguma coisa. Colocaram no comando um sujeito capaz disso. Temer enterrou qualquer vestígio de motivo que o brasileiro pudesse ter para sentir amor próprio. É o mensageiro do caos e da desesperança, a trombeta da apocalipse sem pescoço e com as mãozinhas mais estranhas do hemisfério sul. Como se sentir orgulhoso diante dessa obra? Que esperança esse biltre poderia injetar nas pessoas? Até que ele saia, seremos essa pátria envergonhada.

Fonte: Diário do Centro do Mundo O recorde negativo do índice de orgulho dos brasileiros é mais uma obra de Temer. Por Kiko Nogueira

‘Cristovam e Reguffe poderiam ajudar mais’, diz Rollemberg | Brasil 24/7

Governador do Distrito Federal cobrou mais atuação dos senadores Cristovam Buarque (PPS) e José Reguffe (PDT); “O Cristovam tem uma atuação política muito focada no plano nacional. Sinto falta de ter senadores mais focados nos temas do DF e na busca de recursos para a cidade. Temos R$ 750 milhões de recursos de compensação previdenciária. Em dois anos, eu não vi nenhum movimento dos senadores Cristovam ou Reguffe para ir ao Ministério da Fazenda para ajudar a liberar esses recursos para o Distrito Federal”, afirmou Rodrigo Rollemberg em entrevista ao Correio Braziliense

Fonte: ‘Cristovam e Reguffe poderiam ajudar mais’, diz Rollemberg | Brasil 24/7

Dilma: Se eu não tivesse vencido em 2014, as coisas estariam piores | Brasil 24/7

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Dilma Rousseff é questionada se se arrepende de ter vencido a última eleição presidencial; “Nem por um momento. Se eu não tivesse vencido, as coisas estariam piores agora. Nós já teríamos um pacote de austeridade e privatizações como o do [presidente Mauricio] Macri, na Argentina”, diz; pela primeira vez, ela descreve seus sentimentos no dia que a Câmara votou pela admissibilidade do processo de impeachment, em abril: “Foi um caleidoscópio de lembranças. Senti tristeza, desespero e indignação”; Dilma, que foi presa por resistir e lutar contra a ditadura militar, relata que “todos os dias são difíceis”, mas que “este não foi o pior ano” da sua vida; “De jeito nenhum”

Fonte: Dilma: Se eu não tivesse vencido em 2014, as coisas estariam piores | Brasil 24/7

28 anos do assassinato do seringueiro e líder sindical Chico Mendes | Desacato

Nesta semana completou-se 28 anos da morte de Chico Mendes. Noite de 22 de dezembro de 1988, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri, no Acre, Francisco Alves Mendes Filho, Chi…

Fonte: 28 anos do assassinato do seringueiro e líder sindical Chico Mendes | Desacato