10 razões para não privatizar a Cedae | Brasil 24/7

Contra o plano de privatização proposto pelo Estado do Rio de Janeiro, circula no WhatsApp e nas redes sociais um vídeo que além de divulgar uma petição pública cotra a venda da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), aponta 10 motivos pelos quais a privatização da água seria danosa à população e ao próprio Estado; com a privatização, a gestão de Luiz Fernando Pezão (PMDB) conseguiria crédito para contrair um empréstimo de R$ 3,5 bilhões; campanha cita exemplos de grandes cidades no mundo, como Barcelona, Atlanta e Buenos Aires, que privatizaram a água e acabaram voltando atrás, além de dizer que a companhia é rentável, cujo lucro foi de R$ 1 bilhão em dois anos

Fonte: 10 razões para não privatizar a Cedae | Brasil 24/7

Irã encontra 2 bilhões de barris de reservas de xisto | Brasil 24/7

O Irã encontrou reservas de óleo de xisto de 2 bilhões de barris de petróleo bruto leve na província de Lorestan, disse um alto funcionário da estatal National Iranian Oil Company (Nioc); “Com base em estudos, estima-se que as reservas de xisto em Ghali Koh em Lorestan cheguem a 2 bilhões de barris de petróleo”, disse Bahman Soleimani, vice-diretor de exploração da Nioc, à agência de notícias semi-oficial Tasnim

Fonte: Irã encontra 2 bilhões de barris de reservas de xisto | Brasil 24/7

Freire, que fez Brasil passar vexame global, volta a atacar Raduan | Brasil 24/7

O ministro da Cultura, Roberto Freire, voltou a atacar o escritor Raduan Nassar, um dos maiores autores em língua portuguesa, depois que o escritor denunciou o golpe, ao receber o Prêmio Camões; “O governo não poderia ficar calado. Quem fala o que quer ouve o que não quer”, diz Freire em entrevista à Folha de São Paulo: segundo o ministro, a entrega da maior honraria da literatura em língua portuguesa a um “adversário político” é prova de que o governo de Michel Temer “não é ilegítimo”

Fonte: Freire, que fez Brasil passar vexame global, volta a atacar Raduan | Brasil 24/7

Só Cunha pode jogar o nome de Temer na lama | Brasil 24/7

“Entre ficar quieto, como Sérgio Cabral, ou delatar, como Delcídio do Amaral, Eduardo Cunha escolheu uma terceira via para sair da prisão de Curitiba: encurralar Temer”, observa Alex Solnik, em coluna no 247; “Insinuar que está por dentro de situações que podem jogar o nome de Temer na lama foi uma decisão audaciosa, que embute um recado para seu ex-aliado e hoje desafeto: ou você me ajuda a sair daqui ou minha metralhadora giratória não vai parar”, afirma o jornalista; para Solnik, a nova lista de perguntas de Cunha a Temer encaminhadas ao STJ “é um sinal evidente de que ele representa o maior perigo à sobrevivência do governo que está aí”; enquanto isso, “Temer manda responder que Cunha blefa desesperadamente, mas suas últimas decisões não estão de acordo com o que diz”

Fonte: Só Cunha pode jogar o nome de Temer na lama | Brasil 24/7

Celso Amorim: Brasil se afastou da América do Sul | Brasil 24/7

Ex-ministro das Relações Exteriores no governo Lula, Celso Amorim analisou a condução atual da política externa brasileira e “como o golpe comandado por Michel Temer repercutiu negativamente pelo mundo”; “O presidente Lula tinha trânsito em qualquer lugar e havia muito respeito pela presidenta Dilma. Agora, diante deste governo atual, que não foi eleito e surgiu de uma situação altamente discutível, todo o mundo tem noção clara do que está acontecendo por aqui”, diz Amorim

Fonte: Celso Amorim: Brasil se afastou da América do Sul | Brasil 24/7

Ministro de Temer é acusado de levar propina de R$ 7 mi da Odebrecht | Brasil 24/7

O ministro do Desenvolvimento, o bispo Marcos Pereira, da Igreja Universal, recebeu R$ 7 milhões da Odebrecht para vender o apoio do PRB à chapa Dilma-Temer, em 2014; o acerto foi revelado nas delações de Marcelo Odebrecht, Alexandrino Alencar e Fernando Cunha; depois de apoiar a reeleição, Pereira rompeu com o governo Dilma e aderiu ao golpe parlamentar de 2016, ganhando, como contrapartida, o ministério do Desenvolvimento, mesmo sem ter qualquer afinidade com a área econômica ou industrial; com a revelação deste fim de semana, Pereira passa a ser mais um ministro delatado pela Odebrecht, numa lista que inclui ainda nomes como Eliseu Padilha, Moreira Franco e José Serra, além do próprio Temer

Fonte: Ministro de Temer é acusado de levar propina de R$ 7 mi da Odebrecht | Brasil 24/7