Diário do Centro do Mundo Antes de Anitta com seus dreadlocks, Chico Buarque já tinha constatado que ninguém é branco no Brasil. Por Kiko Nogueira

  A cantora Anitta deu uma resposta contundente às patrulhas que a acusam de apropriação cultural por ter aparecido com dreadlocks. Na Bahia, onde está se apresentando no Carnaval, falou a um repórter da Folha: “No Brasil, ninguém é branco. E cada um deve se vestir da forma que se sente bem”. Anitta não é nenhum exemplo de ativista. Longe disso, aliás. Afinou o nariz assim que começou a ganhar dinheiro a sério — mas está assumindo, com tranquilidade, que não é branca e, portanto, suas tranças no cabelo são “legítimas”, se é esse o problema. Não há arianos no país, mas nós temos legiões invencíveis de racistas dentro do armário que surtam, por exemplo, quando encontram o porteiro no shopping. Anitta não sabe, mas está repetindo Chico Buarque. Num vídeo de 2008, Chico dá sua visão sobre racismo e sobre o Brasil a partir de um caso de discriminação que sua família sofreu depois que uma de suas filhas se casou com Carlinhos Brown e com ele teve um filho. “Pensam que eu sou branco, por exemplo. Só no Brasil que eu sou branco, ou que minha filha é branca”, diz ele. “Um dia eu falei brincando que ninguém no Brasil é branco, a não ser a Xuxa e, se ela não casar com o Tafarel, vão acabar os últimos brancos brasileiros”.

Fonte: Diário do Centro do Mundo Antes de Anitta com seus dreadlocks, Chico Buarque já tinha constatado que ninguém é branco no Brasil. Por Kiko Nogueira

Anúncios

Trump quebra tradição de jantar com imprensa e desafia mídia com números da dívida dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou neste sábado (25), em novo desafio à mídia norte-americana, que durante o primeiro mês de sua presidência a dívida estatal do país diminuiu em 12 bilhões de dólares.

Fonte: Trump quebra tradição de jantar com imprensa e desafia mídia com números da dívida dos EUA

Bloco caçoa de políticos e tem fantasias apreendidas pela PM; veja – “… pode sair com máscara de DILMA e de LULA, mas… Paulo Câmara e Geraldo Júlio, NÃO PODE, que a policia vem prender…” ASSISTA…

Fonte: Bloco caçoa de políticos e tem fantasias apreendidas pela PM; veja – “… pode sair com máscara de DILMA e de LULA, mas… Paulo Câmara e Geraldo Júlio, NÃO PODE, que a policia vem prender…” ASSISTA…

Bolsonaro e aliados divulgaram e incentivaram motim no Espírito Santo | Brasil 24/7

Um grupo ligado ao deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), pré-candidato ao Planalto, esteve na linha de frente da comunicação e da logística do motim que parou a Polícia Militar do Espírito Santo, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo

Fonte: Bolsonaro e aliados divulgaram e incentivaram motim no Espírito Santo | Brasil 24/7

Por que Pútin explora a imagem de ‘machão’ « Sul21

Embora divida opiniões, postura linha-dura de líder russo causa fascínio mundo afora. Mas, enquanto muitos justificam imagem por supostas ambições políticas, histórico do presidente mostra que esse tipo de comportamento vem de longa data.Da Gazeta RussaDe caçador a judoca, presidente russo já foi fotografado nas mais diversas aventuras | Foto: Varvara Grank

Fonte: Por que Pútin explora a imagem de ‘machão’ « Sul21

Jeremy Corbyn: “Deve ficar claro que aceitamos o ‘Brexit” | Internacional | EL PAÍS Brasil

Líder do Partido Trabalhista defende o “direito incondicional” dos europeus de permanecer no Reino Unido e diz que “o problema não é controlar a imigração, mas a exploração”

Fonte: Jeremy Corbyn: “Deve ficar claro que aceitamos o ‘Brexit” | Internacional | EL PAÍS Brasil

Esquerda Caviar: Liderança do Movimento dos Homens e Mulheres de Bem expõe seus argumentos em rede nacional de TV contra o lulopetismo-comunobolivarianismo

Juliana-isen-impeachment from Valdir Fiorini on Vimeo .

Fonte: Esquerda Caviar: Liderança do Movimento dos Homens e Mulheres de Bem expõe seus argumentos em rede nacional de TV contra o lulopetismo-comunobolivarianismo

Revolução de Fevereiro – 100 anos: Como o movimento russo influenciou o Brasil

A Revolução de 27 de Fevereiro foi a primeira fase da Revolução Russa de 1917. Os movimentos daquele ano transformaram a Rússia e o mundo, e desde então têm repercutido intensamente também no Brasil. O especialista Diego Pautasso comenta.

Fonte: Revolução de Fevereiro – 100 anos: Como o movimento russo influenciou o Brasil