Luísa Ortega Díaz, que se posicionou contra a Assembleia Constituinte e critica o governo de Maduro, é acusada de cometer falta grave no exercício do cargo. Ação é movida por deputado chavista.

Fonte: Corte venezuelana autoriza processo contra procuradora-geral | América Latina | DW | 20.06.2017

Anúncios