Prazo para o novo julgamento depende do ministro relator, Marco Aurélio; antes do adiamento, os magistrados decidiram, por 3 votos a 2, converter a prisão preventiva de Andrea Neves, irmã de Aécio, em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica.

Fonte: STF adia julgamento do pedido de prisão de Aécio Neves

Anúncios