Como o assassino da violonista Mayara Amaral usou entrevista na Veja para tentar amenizar pena

  Dez dias após o crime, Luís Alberto Bastos Barbosa, de 29 anos, apontado como mentor da morte da violonista Mayara Amaral, 27 anos, muda sua versão sobre como teria cometido o assassinato. Em entrevista a revista Veja, publicada neste sábado (5), o assassino confesso diz que agiu sozinho, “movido pelo ódio” e livra da culpa Ronaldo da […]

Fonte: Como o assassino da violonista Mayara Amaral usou entrevista na Veja para tentar amenizar pena

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s